Por que devemos sempre trocar o filtro de óleo?

exemplo de filtro de óleo

Exemplo de filtro de óleo do tipo “troca rápida”.

Como se costuma dizer, se o motor do carro pode ser entendido como o seu “coração”, o “sangue” que circula em seu interior é o óleo de motor, certo? E, assim como o sangue é filtrado pelos rins para remoção de impurezas, o óleo sujo do motor é filtrado pelo filtro de óleo lubrificante.
Sua função é muito importante, pois é necessário remover as diversas impurezas que podem aparecer no óleo sem alterar sua composição química e suas propriedades (partículas de metal resultantes da fricção das peças do motor, partículas de sujeira (pó), óleo carbonizado, partículas de fuligem resultantes da combustão do óleo, dentre outras). Se a filtração não é realizada adequadamente, essas impurezas podem se acumular no motor e causar alguns problemas. Mas antes de responder à pergunta que motivou a elaboração desse artigo, vamos entender melhor como esse filtro é por dentro.

Por dentro de um filtro lubrificante – anatomia

Visualização por dentro de um filtro de óleo

Visualização por dentro de um filtro de óleo

Filtros de óleo são constituídos por uma cápsula (ou carcaça) de metal resistente à pressão contendo 2 câmeras divididas por uma tela de metal e uma membrana filtrante especial que parece um papel. O óleo é bombeado e flui através desse anteparo de volta para o sistema, deixando as impurezas retidas nesse “papel”. Além disso, os filtros modernos possuem também um sistema que impede o refluxo de óleo (retorno de óleo sujo para o sistema) e uma válvula que permitirá a passagem de óleo mesmo sujo, caso a membrana filtrante fique sobrecarregada (saturada) de sujeira (pois é fundamental haver lubrificação mesmo em condições de extrema sujeira).

A membrana não é capaz de reter materiais solúveis, tais como aditivos ou compostos degradados do óleo. Seu funcionamento se baseia na eficiente retenção de partículas sólidas e insolúveis. O tamanho típico das partículas que podem ser retidas pode variar de 0,5 a 500 micrometros (milionésimo de metro), que se estivessem acumulando no sistema e no cárter, podem aumentar o atrito entre as peças e favorecer ainda mais a sua formação. A membrana filtrante é produzida para reter uma quantidade grande de sujeira, mas com o tempo ela pode saturar. Saturar significa que os poros da membrana estão repletos de sujeira, com conseqüente diminuição da taxa de filtração.

Diagrama demontrando funcionamento geral de um filtro de óleo

Diagrama demonstrando funcionamento geral de um filtro de óleo

Portanto, escolha de um filtro de óleo de qualidade e  a sua substituição nos intervalos de tempo recomendados pelo fabricante é muito importante. De nada adianta você colocar um óleo sintético de qualidade no seu veículo se o filtro é incapaz de reter as impurezas que invariavelmente começam a acumular no motor na medida em que ele é utilizado.

Qual filtro de óleo é o mais adequado para meu veículo?

Quando seu carro saiu da montadora, zero Km, foi colocado nele aquele que seria o “filtro original de fábrica”. Normalmente recomenda-se que nas trocas subseqüentes mantenha-se essa marca de filtro. Caso tenha perdido essa informação e queira resgatá-la, basta checar no manual do proprietário do seu veículo.

Alternativamente, existe uma variação enorme de filtros no mercado, uns inclusive com pirotecnias como um sistema magnético que favorece a retenção partículas metálicas ou outros que têm membranas filtrantes com particularidades que, em tese, melhoram a taxa de filtração. Esses são chamados os “filtros sintéticos” e são muitas vezes considerado um exagero para carros de passeio.

Como uma orientação geral, existem duas marcas que produzem bons filtros e dominam o mercado brasileiro: a FRAM e a MANN FILTER. Não temos nenhuma ligação com essas empresas e não estamos sugerindo que você deva comprar ou uma marca ou outra, OK? Mas caso queira dar uma olhada nos filtros que eles têm, entre no catálogo do site de ambas através dos links abaixo (eles tê inclusive um mecanismo de busca, por tipo de carro, que facilita muito a procura)

Catálogo de filtros de óleo – FRAM [link]

Catálogo de filtros de óleo – MANN FILTER [link]

 

 

 

O mito do óleo escuro
Essa é uma questão bastante freqüente, mas a resposta é simples. Óleo escuro não significa necessariamente que há necessidade urgente de troca do óleo do motor. O óleo do motor moderno contém substancias detergentes que fazem com que  partículas minúsculas de fuligem fiquem suspensas no óleo e, de tão pequenas, atravessam inclusive os poros da membrana do filtro. Essas partículas em especial não representam perigo para o seu motor, ainda que deixem o o óleo enegrecido.

Os intervalos de troca recomendados pelos fabricantes de óleo garantem que um óleo novo entre no motor muito antes dele ficar saturado dessas partículas ao ponto de prejudicar a sua funcionalidade.

Segue mais uma dica: para mais detalhes e ver como que o processo de filtração acontece (em 3D), recomendamos assistir ao vídeo:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 Comments:

  1. Muito boa essa instruçao, parabens mesmo. estou estudando pra concurso e as explicaçoes estao me ajudando muitp

  2. legal. vou passar a usar o MAN, provou ser o melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *